sábado, 20 de novembro de 2010

a valia

vida tão prescritiva
feito bula de remédio
coisas rodando, eterno tédio,
mesmas pessoas, lugares de sempre,
o conto da princesa continua o mesmo
─ e a história triste sem fim
gênese do absurdo amor
existente
entre adubo e a flor

Nenhum comentário:

Postar um comentário