domingo, 13 de fevereiro de 2011

fato


desisti da falsa idéia
de acreditar em amanhãs
de dias floridos e imagens bonitas
só para ludibriar os cinco sentidos

e dizer que isto é viver,
nada mais do que arrastar-se
por esta brutal realidade chamada mundo

em que as certezas dissolvidas
em copos americanos se perdem no primeiro gole

decidi acreditar em nada como princípio
e o infinito como pressuposto

sigamos em frente, nos orientemos
pelos trilhos esparsos ao vento
que levam do vão ao firmamento

e me fazem crer
que uma vida é pouco tempo
para todas as dúvidas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário