domingo, 11 de setembro de 2011

 haikai escatológico

escarro, porque já não resta nada
e esse vício de saliva, de esvaziar palavras
e emudecer o solstício ou a alvorada

Nenhum comentário:

Postar um comentário