quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Mais um dia se levanta
onde o caos impera
e a ordem é o avesso

No maquinário do acaso
a sorte de um agosto com gosto
de roer o osso.

*

Por certo o limite sempre
nos tange as retas
fazendo alternar os caminhos
para chegarmos as metas,

*

o gato do alto
habita o solo
num salto

*


questão de oralidade

que se foda é muito forte
foda-se é mais polido,
mas às vezes vá se foder
é o mais correto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário